pten
  • 11
  • 8
  • 12
  • 13
  • 3
  • 12
  • 13
  • 7
  • 2
  • 9
  • 14
  • 15
  • 11
  • 1
  • 14
  • 6
  • 10
  • 5
  • 4

Em Rede  Ligações  Grupos de trabalho     

emRede - folha informativa

Redes Rurais EU 

Rede ENRD

 

EIP-AGRI

IFAP

 

 

Portugal 2020

PDR 2020

Prorural

Proderam2020

 Presidencia UE - Estonia

WhatHorizon2020

gpp

CCA na Bélgica

CCA na Bélgica

Na Bélgica, não existe uma definição oficial de CCA. No entanto, é comumente aceite a formulação apresentada pela Direction Générale Agriculture, Ressources Naturelles et Environnement da Wallonie de que se trata de um modo de comercialização dos produtos agrícolas e agroalimentares em que intervém no máximo um intermediário entre o produtor e o consumidor.

Embora os CCA continuem a ter um peso pouco expressivo na comercialização dos produtos agroalimentares, registaram nos últimos anos um grande dinamismo, sendo atualmente objeto da intervenção das políticas públicas.

Estima-se que apenas 7,43% das explorações belgas estejam envolvidas nos circuitos curtos. Os mercados públicos, a venda na exploração e o comércio de proximidade são as modalidades de escoamento mais utilizadas.

Iniciativas

Hartenboer – rede de produtores das províncias de Brabant Flamand e Limbourg (Flandres) que fornece cabazes diretamente ao consumidor, nomeadamente aos grupos de compras Voedselteams;

Topino – plataforma de venda em linha de produtos locais, criada, em 2008, pela cooperativa “Feed the Future”. A plataforma facilita o contacto entre produtores e consumidores na região de Bruxelas.

Coprosain – cooperativa histórica de pequenos agricultores familiares da província de Hainaut (Valónia), com atividade na transformação e comercialização dos seus produtos. Organiza os pontos de venda coletivos “Comptoirs Fermiers”.

AGRIBIO – cooperativa de produtores de cereais bio da província de Namur (Valónia) que comercializa em CC os produtos transformados à base de cereais.

Epi’Vert – cooperativa de agricultores da província de Namur que comercializa os produtos dos cooperantes num ponto de venda coletivo e através da loja on-line com entrega ao domicílio.

AgricoVert – cooperativa criada pela associação Crabe, agrupa produtores biológicos da província de Barbant (Valónia). Concentra-se nas atividades de transformação e comercialização dos produtos em CCA.

Les Paniers Verts – cooperativa constituída por agricultores da província de Liège (Valónia) para venda direta de cabazes de produtos biológicos.

PointFerme – cooperativa criada com o apoio do GAL Pays des Condruses. Agrupa produtores da região de Liège para venda direta de cabazes, entregues nos “Points Fermes”.

Grosses Légumes – rede promovida pela associação “Solidairement”, na província do Luxemburgo (Valónia), com o propósito de promover a produção/consumo de produtos locais de qualidade.

Para além deste tipo de iniciativas, proliferam projetos empresariais de comercialização de produtos locais, que se propõem fazer a ligação entre consumidores e produtores: The Peas; D’ici; Efarmz; BioSain, etc.

Grupos de Compras.

Intervenção do Movimento Associativo.

Políticas Públicas.